domingo, 27 de dezembro de 2009

Um Natal para recordar

Comprei o bacalhau, as batatas e o molho branco, para o jantar da consoada. A alface, os tomates, o azeite e os oregãos para o acompanhamento. O champagne, o vinho e os sumos, para que ninguém morresse à sede. Juntei uns queijos, presuntos e salmão para as entradas. Lampreia de ovos, sonhos, rabanadas e bolo rei para que nada falhasse na sobremesa.

Fiz tudo com a antecedência programada de quem não quer que algo corra mal, fiz tudo como manda o figurino para poder fazer uma figuraça coom a mãe, a sogra, os avós de ambos os lados da familia, os cunhados e o filho que embora seja o maior fã que tenho, gosto sempre de continuar a surpreender.

Cheguei a casa depois de almoço, tratei de me arranjar com tempo para depois poder dedicar-me à cozinha. Pus-me de corpo e alma em tudo o que preparei, porque o Natal é o mais importante jantar do ano lá em casa.

Fui buscar o cd de musicas de natal que comprei para a ocasião, pus a mesa a preceito com todos os toques especiais de tanto aprecio.

Às 6 da tarde tinha tudo preparado, apenas esperava para pôr os 2 tabuleiros de bacalhau no forno para lhe dar o toque final para o jantar.

Às 6.30 falhou a luz.

8 comentários:

BlueVelvet disse...

Faltou contares o resto.
E depois? fizeste o quê?
Espero que tenhas resolvido o problema.
Beijinhos

Paulo Lontro disse...

Minha amiga, porque achas que a parte que dependia apenas de ti correu perfeitamente?

De onde vem a estabilidade que permite que não se cometam deslizes e distracções?

Pois!

É incrível como o nosso sucesso em certas partes da nossa vida depende tanto das nossas acções em outras!

:)

Quanto à luz, não foste tu que a desligaste, pois não?
Então..., morreu o macaco, é passado!

Who Am I disse...

Boas entradas :))

beijinhos

Token disse...

Elas também vêem filmes!... Andam por ai, sós ou em grupo, gulosas de bumbum gostoso, a calcar o chão e a deixar perfume quando passam por um macho. Saiem da casa-de-banho de rosto avermelhado com sorrisos, por vezes param e olham nos olhos de olhos cerrados a fazer biquinho e a exibir um telemóvel, e quando se aproximam de algum sentado, seguram nos ombros e falam mansinho ao ouvido, encostando o peito às costas ou passando a mão nas mãos, no peito ou nas pernas. Depois é vê-las partir bamboleando, dentro do campo visual, a ajeitar a roupa para que se notem as nádegas e o decote, e a pôr batôn entre os lábios de boca aberta. Quando chega a hora do lanche sentam-se abanando o corpo verticalmente, atendem o telemóvel agitando o cabelo ou mordem exibindo bem os dentes e chupando os dedos até aos anéis com a língua de fora. E se piscarem o olho é porque querem adicionar o número de telemóvel à lista.

Quando estiveres preparada: nekot@sapo.pt
Só para gulosas!

Gata2000 disse...

BlueVelvet - Depois jantámos todos à luz das velas :)

Feliz Ano Novo.

Gata2000 disse...

Paulinho - Tudo o que dependia de mim correu bem, porque quando eu morrer vão escrever na minha lápide: "Uma alma em busca da perfeição"!!!

E quanto à luz, nem fui eu que a desliguei, nem me esqueci de pagar a conta.

hehe

Gata2000 disse...

WAI - Para ti também amiga linda!

Gata2000 disse...

Token - Pois...que bom para elas, e para ti!