quinta-feira, 16 de abril de 2009

Idolatra


Confesso que nunca tive nenhuma paixoneta por algum actor, ou cantor, nem futebolistas. Quando era miúda tive pendurados na parede uns posters, acho que do Tom Cruise e dos Duran Duran, não tanto porque fosse eterna fã, mais porque era moda.
Nunca sai do meu caminho para pedir autógrafos às diversas personalidades com quem já me cruzei pelas ruas da vida, nem fiquei histérica porque aquele cantor estava a jantar no mesmo restaurante que eu, nem tive desmaios por haver um modelo a passear no mesmo centro comercial que eu.
Sou assim, cresci sem modelos a imitar, não conheci heróis, nunca deles precisei.
Ontem estava eu no meu emprego nocturno de que tanto gosto por me dar tempo para mim, por me proporcionar um banho de cultura e a oportunidade de ver gente diferente, quando de repente passou à minha frente o escritor José Luís Peixoto.
Descobri a escrita do JLP por acaso, cruzei-me com o blog dele numa das minhas viagens pela blogosfera, bebi cada palavra, sendo que a minha única reclamação é o pouco uso que ele faz do blog – escreves pouco pá!
Para mim ele é o melhor escritor português desde o Eça de Queiroz, quanto mais não seja porque o EQ é o meu escritor português favorito, acho a escrita do JLP de uma simplicidade genial e de uma facilidade inspiradora, não sou capaz de lhe ser indiferente, mexe comigo.
Ontem quando o vi passar à minha frente senti-me uma adolescente aprisionada num corpo de mulher, com todas as regras de decoro que a sociedade trás associadas ao facto de seremos mulheres e não adolescentes. Virei-me para a minha colega e disse-lhe:
- “Tenho vontade de me chegar perto dele e de lhe dizer que amo a escrita dele de paixão”
Ao que ela naturalmente me respondeu, “não és capaz”, com um ar muito escandalizado!
Perdi o medo e apanhei-o à entrada da plateia, não sei bem o que lhe disse porque a vergonha me toldou o discernimento, mas sei que ele pareceu contente com o que quer que seja que eu lhe tenha dito, porque sorriu e deu-me uma palmadinha condescendente no braço ao mesmo tempo que me disse:
- “E também escrevi o intermezzo”
Ontem não consegui ver, mas desde já te prometo…vou ver o intermezzo com imensa atenção e certamente enorme deleite!

15 comentários:

LionMaster disse...

Olá... :)
Cheguei aqui pelo blog T12 e penso que vou visitar muitas vezes.
Quanto a leituras... não sou muito apreciador de me dedicar a ler um livro, confesso!!
Quanto a heróis, modelos, paixões... tenho uma grande paixão por uma senhora do cinema que me deixa totalmente atónito e atordoado!!
Julia Roberts... Não ao ponto de pendurar posters no quarto heheh... Mas é uma actriz que adoro ver. Sabe representar e tem uma postura irrepreensivel! :)

Beijokas

Gata2000 disse...

LionMaster - Pois que sejas muito bem vindo, sempre que quiseres as portas do meu estabelecimento estão abertas!Miaus

Rafeiro Perfumado disse...

Por acaso não tenho assim admiração por nenhum escritor em particular, e a única "personagem" com quem já estive à conversa foi com o David Fonseca, que confirmou a excelente ideia que tinha dele. Mas nada de palmadinhas no braço ou outras intimidades! ;)

Gata2000 disse...

Rafeiro - Não foi uma "intimidade" acho que deve ter sido antes uma "intimidação" do genero, és muito querida mas deixa-me em paz, por favor!

Cristiana disse...

Gata,
Eu também gosto tanto do JLP ... tanto tanto e não é cá por coisas mas o menino é alentejano CLARO!!!

Minto até ao dizer que minto ...

Toze disse...

Estou certo que numa próxima oportunidade vais-lhe dizer essa frase, e outras e falar sobre a escrita e os livros, tal como me aconteceu comigo enquanto o Gonçalo M. Tavares autografava o "bairro" completo (8 livros) mais outros três, e ali ficamos na treta, e depois era o Gonçalo que fazia as perguntas, o que gostava mais, o que tinha achado. Quando os autores são assim, pessoas simples, vale a pena :)

Gata2000 disse...

Cristiana - é alentejano sim senhor, e como eu disse à moça que trata da imprensa lá do teatro: "eu gosto tanto dele, mas tanto! ai jesus!" LOL

Gata2000 disse...

Toze - Se tiver outra oportunidade, certamente!

Gata2000 disse...

Toze - Ou então não, porque tendo em conta que ontem estava a tentar deixar uma mensagem no blog do rapaz e como aquilo me estava sempre a dar erro, eu continuava a tentar. hoje fui a ver tinha aí umas 10 mensagens iguais...acho que ainda vai pensar que tem uma fã maluca, credo!!!

NM disse...

Uma sugestão:
Se puder, adquira o livro do JLP chamado ANTÍDOTO, que foi escrito para o álbum dos MOONSPELL com o mesmo nome. É algo de... transcendente. Gostei muito do seu espaço. Parabéns e continue.
NM

http://prazeroculto.blogspot.com
http://krigsmjod.blogspot.com

amantesmaria disse...

Por vezes, quando acabo de ler um livro, dá-me uma enorme vontade de ir falar com os seus escritores.

Passamos ali horas e horas com eles a falar só para nós, a dar-nos tanto de si e nós nem obrigado?

O JLP é um deles! Gostava de lhe dar uma palmada nas costas e dizer-lhe

- Obrigado pá! Até me fizeste chorar.

porque faz, o JLP faz-me chorar, de tal forma que por vezes n lhes consigo ler os livros, ou os vou deixando para as alturas em que me sinto de barba mais rija.

O blog dele para quem n conhece está em:

http://bravonline.abril.ig.com.br/blog/joseluispeixoto/

Beijinhos Gata

Gata2000 disse...

NM - Por agora tenho em mãos Uma casa na Escuridão, depois é uma boa sugestão. Espero que continues a voltar e obrigada pela preferência!

Gata2000 disse...

amantesmaria - Acredita que é mesmo assim. Pena que haja alguns que eu gosto tanto e como já foi um ar que se lhes deu, não possa dizer-lhes as imensas horas de prazer que já me proporcionaram, tipo o Hemingway....

BlueVelvet disse...

Também gosto muito do que ele escreve.
E como venho do post anterior, confesso que o único que me levava para o fim do mundo era o Richard Gere.
Beijokas

Gata2000 disse...

BlueVelvet - Se visses como a idade tem passado por ele e deixados as suas marcas indeléveis mulher, tenho a certeza que já nem esse te levava a lado nenhum!!