segunda-feira, 20 de abril de 2009

Sexo e amizades



Ele há coisas que desde muito cedo me fizeram confusão, por exemplo, o facto de não caber na cabeça de algumas pessoas mal… resolvidas (que a minha mãe lê os meus textos e eu quero que ela continue a achar que eu sou uma rapariga bem educada), que um homem e uma mulher possam ser amigos.

Eu tenho muitos amigos, da mesma forma que tenho muitas amigas, tenho amigos aos quais confio a minha vida, da mesma forma que a confio a amigas, sem pudores, sem vergonhas, sempre sem papas na língua que eu sou pão, pão, queijo, queijo, quem me conhece sabe que assim é.

Digamos que a minha vida é mais ou menos um livro aberto para os que me são próximos se eu tivesse da fazer aquele desafio que circula pelo mundo da blogosfera dizendo umas quantas coisas que ninguém sabe sobre mim, ia ter sérias dificuldades, sou frontal e desbocada, digo o que penso, faço o que digo, por vezes arrependo-me, mas na maioria das ocasiões quem priva comigo sabe exactamente com o que contar.

Acho estranho que haja pessoas a pensar que as relações entre homens e mulheres não passam de meras trocas de fluidos corporais, ou que sejam regidas pelo desejo de concretizar alguma fantasia sexual, eu como disse tenho muitos amigos, e não me lembro de ter ido para a cama com eles…nem com elas….

Por outro lado também não compreendo que a palavra “admiração” se tenha perdido algures pelo caminho do acordo ortográfico, e que não se compreenda que uma mulher possa admirar a obra de um homem, sem que isso signifique que pretenda mais alguma coisa além de lhe expressar a sua admiração.

Ora este texto acontece porque desde o dia em que me cheguei ao José Luís Peixoto e lhe disse que gostava de ler o que ele escreve (desculpa lá ó Zé estares a ter o nome outra vez na baila no meu blog, mas prometo que vou ser mais simpática que o Henrique Silveira – Zé?, Zé é giro!), ainda não parei de ser gozada!!

Para que conste, sou casada, bem casada, não pretendo alterar essa condição, tanto quanto calculo, o Zé também deve ser, o facto de gostar do que ele escreve não significa que goste dele – nem o conheço, sei lá se gosto dele ou não! (Não leves a mal ó Zé, que juro-te mesmo não é nada pessoal!)

Por isso malta, vamos lá a parar com os olhares cúmplices, e os sorrisos matreiros e os comentários jocosos, tá!?

PS: Um “pastel de bacalhau”, mas onde é que tu foste buscar essa ideia, meu?? Gosto que seja em Português, os cantores…enfim… coitados, a música é muito interessante, agora…o “pastel de bacalhau”, podes explicar que eu não entendi??

17 comentários:

LionMaster disse...

Caga em gente fraca de espirito!!
Admiro que aprecies alguem pela sua obra e não pelo seu aspecto (como a maioria das mulheres)!!... Admiro a tua coragem de dar um basta a "bocas foleiras". :P

Beijokas grandes. :)

Gata2000 disse...

LionMaster - Não é tanto por esta situação em si, mas sim por tantas e tantas situações que se encontram pela vida fora, em que pelo facto de sermos de sexos diferentes (isto para não falar que qualquer dia, com a difusão da homosexualidade, não se pode ter amizades) não podermos ter uma relação de uma indole que não seja sexual. Irrita-me!

Miaus

LionMaster disse...

E dou-te toda a razão :)
São fracas de espirito. E como não têm vida para viver, vivem fazendo historias com a vida dos outros!

TM disse...

Olha eu cá já fui para a cama com várias das minhas amigas.... e depois de conversarmos até às milhentas, dormi muito bem... LOL...
Na verdade concordo contigo... raios lá por gostar do que o Saramago escreveu tenho que achar o homem fisicamente interessante.... livra... :S

Gata2000 disse...

TM - Pois eu também já fui para a cama com as amigas e com os amigos, mas isso não quer dizer que nos tenhamos amarfanhado em pinanços. Também já dei beijos na boca às minhas amigas e aos meus amigos e uma coisa não levou a outra...lá está, são pensamentos!

Maria disse...

Cotovelos latejantes!
E mais nada.

Toze disse...

Queres ser minha amiga. Não é preciso levares-me prá cama nem estar com pensamentos gulosos, é mesmo só ser amiga, tás a ver ?

:)))))))

Agora reparo numa coisa muito importante, tenho tão poucos amigos, aliás contam-se pelos dedos de uma mão e sobram tantos dedos, e só são mulheres !!! Mas já tive tantos !!! Conhecidos tenho aos Kilos!!! Que coisa mais estranha, talvez se tivesse o dinheiro e a vida que perdi talvez ainda tivesse muitos amigos !!! A vida é mesmo uma coisa estranha, ou serão as pessoas, foda-se !!!

Continua assim menina gata que vais bem, esse é o caminho certo:)

Xarah disse...

Upa! Já há muito tempo que não escrevo, mas gosto sempre passear neste aventureiro espaço que é a blogosfera, e gostei do que li aqui!!!

Um xega pra lá a tanta gente chata que adora dizer mal daquilo que não consegue ter!!

Hei-de voltar aqui =)

Gata2000 disse...

Maria - AHAHAH, cotovelos latejantes, essa é muito gira!

Gata2000 disse...

Toze - A minha bisavo dizia que os amigos, aqueles com quem podemos contar para sempre, só os conhecemos quando estamos na prisão ou no hospital, o que significa que estão lá para nós nos piores momentos, naqueles em que deixamos de acreditar. Se dizes que tens amigas, aproveita essas que os outros meu caro, se estavam lá pela vida que tinhas é porque não te mereciam.

E já agora...eu SOU tua amiga, virtual...but never the less!

Gata2000 disse...

Xarah - Pois sejas bem vinda e volta sempre que quiseres que a porta do estabelecimento está sempre aberta!

Vitor disse...

És casada e muito bem casada?
E o teu marido sabe disso?

Espero que sim!
(por certo que sim)

Se não souber eu posso telefonar-lhe... ou então posso pedir que aqueles "amigos" que tu sabes quem são mas que não conheces, porque aquilo é uma gente muito escorregadia, podem fazer-lhe uma visitinha... assim uma coisa para lhe avivar a memória!

Gata2000 disse...

Vitor - Credo homem,só porque de vez em quando eu tenho uns ataques de ansiedade porque o gajo não me ajuda a limpar a casa, també não é razão para lhe mandar dar um enxerto de porrada. Mas já que falas nesses amigos...eu já sei onde o meu pai mora....achas que se pode arranjar qualquer coisita assim levezinha,só precisoq ue lhe partam os dentinhos todos e as duas pernas em mais do que 2 sítios!

Bernardo Lupi disse...

Por vezes a blogosfera é propícia a mal entendidos e confusões muito desagradáveis. Já o senti na pele por diversas vezes...

BlueVelvet disse...

Excelente post.
São mentalidades. Não lhes ligues. Deita as unhas de fora.
Afinal és gata para quê?
Beijinhos

Gata2000 disse...

Bernardo - Não estou a falar da blogosfera, é mesmo na vida real!

Gata2000 disse...

BlueVelvet - Não estás a ver as garras de fora!?