quarta-feira, 13 de maio de 2009

Viver

Poucas são as vezes que paramos para pensar nas coisas que realmente são importantes. Aquelas que só por existirem nos fazem felizes, o nosso chão.
Quando me dou ao trabalho de parar de viver e pensar, compreendo que o que eu realmente preciso para ser feliz é muito pouco:

- Que o homem que amo continue do meu lado a tratar-me como uma princesa como o tem feito até hoje;
- Do amor incondicional da minha mãe, que embora por vezes sufoque sabe sempre a pouco;
- Sorrisos nos lábios do meu filho para me mostrar que contraria as estatísticas e é verdadeiramente uma criança feliz;
- As birras e implicações do meu avô, que eu sei me ama do coração e que faz por mim tudo o que a vida lhe permite;
- O mimo doce e carente da minha cadela linda que se sente sempre melhor quando se enrosca em cima de mim e me prende os movimentos;
- Os amigos que estão do meu lado nos dias mais difíceis e que me ajudam a suportar as agruras com que a vida por vezes nos presenteia;
- Tantas vezes esquecida, a saúde que por me acompanhar de perto me permite desdobrar e ser mãe, mulher, filha, dona de casa, profissional e ter tantas outras “eu” dentro de mim;
- Trabalho, nos dias de hoje quem tem trabalho tem sorte, mesmo que este não seja aquele que idealizou em tempos idos de juventude, mas creio que poucos são os que escolhem uma profissão que os satisfaça como eu que vivo insatisfeita com a que escolhi, ainda que os orgulhe tal como eu me orgulho da minha.

Hoje parei de viver apenas para pensar nas coisas a que realmente dou importância e percebi que a felicidade se esconde nos mais pequenos gestos de amor e amizade, no céu azul e no mar imenso, no abraço de uma árvore e no doce cheiro de uma flor. Afinal a vida pode ser tão simples, basta que queiramos.

10 comentários:

Vitor disse...

Tens mesmo a certeza que queres o homem que amas a teu lado?
Tens!?

Não achas que isso é capaz de ser incómodo para ele, e não te dar jeito nenhum a ti!

Gata2000 disse...

Vitor - Sempre é melhor do que atrás, que ele é desastrado e passa a vida a pisar-me os sapatos, ou à frente que quando pára parece que tenho um muro à frente e ainda posso magoar a testa.
Não é sempre Vitor, ele pode ter a vidinha dele, aliás parece que nas ultimas semanas ele só tem a vidinha dele à maneira como anda a trabalhar até tarde, o pobre explorado!

Who Am I disse...

Que bom é ler-te assim!
beijinho

Gata2000 disse...

WAI - Por vezes é bom parar para pensar no que realmente nos faz falta!

TM disse...

Tantas vezes esquecemos o que é verdadeiramente viver, que quando nos damos conta até parece ridículo o facto de nos termos esquecido....

BlueVelvet disse...

Fico feliz que penses assim e sobretudo que sejas feliz.
Beijinhos

Cem disse...

nada como uma pausa para retomar bem mais temperada a viagem!

:)

Beijokas
tantas

Gata2000 disse...

TM - acho que é a expectativa de querermos sempre alguma coisa que não temos que nos leva a relegar para segundo plano as coisas boas que a vida nos pode proporcionar.

Gata2000 disse...

Blue - Acredita que tem sido uma longa e dificil viagem aquela que me trouxe até aqui. Vamos ver se vim para ficar.Beijinhos

Gata2000 disse...

Cem - O pior é que normalmente achamos que parar para ganhar forças é uma perda de tempo, sem termos em conta os beneficios que possamos dai retirar.