quarta-feira, 3 de junho de 2009

Conversas de Café

Eu - Lembras-te de no Sábado ter pedido à AF para tirar o casaco porque estava muito calor?
Ela - Sim, e lembro-me que ela te deu autorização.
Eu - Lembras-te que o AC lhe pediu para tirar a gravata e ela não deixou?
Ela - Claro, ele é Chefe de Sala, lógico que não pode tirar a gravata.
Eu - Ele a seguir veio-me com a conversa de que somos uma equipa e que por solidariedade eu deveria vestir o casaco, embora a relações públicas do teatro me tenha deixado tirar. Ao que eu lhe disse que nós há muito tempo que não somos uma equipa, porque caso ele ainda não tenha percebido hoje em dia é cada um por si.
Ela - E ele?
Eu - Virou-se com um ar danado, nem nunca o tinha visto assim, confesso e gritou qualquer coisa do género, se não tratares já do assunto vais ter problemas.
Ela - Não acredito, vindo dele nunca esperei,
Eu - Foi nessa altura que lhe perguntei se era uma ameaça do género ou vestes o casaco ou és despedida, e disse que se fosse esse o caso era melhor dizê-lo já porque eu pegava nas minhas coisinhas, bazava e ele podia ir fazer queixinhas ao Pin e Pon ver se me incomodava. ele ficou fodido, disse que não era uma questão de ir fazer queixa a ninguém patati, patata. No dia seguinte recebi uma mensagem do Pin e Pon a dizer que não contavam mais comigo para a prestação de serviços.
Eu mandei uma mensagem de volta a dizer-lhe que com colegas invejosos quem não queria fazer parte da equipa era eu, e que embora gostasse de dizer que tinha sido um prazer trabalhar com ele, a verdade é que em 7 anos de prestação de serviços no São Carlos os últimos meses, sob a empregabilidade da empresa dele tinham sido um sofrimento.
Ela - Mas isso é uma grande injustiça, porque a AF deu-te autorização para tirares o casaco, foste despedida por uma infantilidade, uma estupidez.
Eu - Não, pior, fui despedida porque um gajo que eu considerava meu amigo, teve inveja do facto de a hierarquia me ter dado vantagem sobre tirar o casaco e ele não ter autorização para tirar a gravata. Sabes o que te digo, vivendo e aprendendo, no trabalho não há amigos, aliás começo a pensar que a amizade não é mais do que um empirismo.
Ela - Não digas isso.
Eu - Acho que percebo perfeitamente como se deve ter sentido o César quando vi o punhal nas mãos do Brutus.

Esclarecimentos: Este texto foi baseado em factos reais, aconteceu-me.
1)A AF é a relações publicas do Teatro São Carlos, o que significa que em ultima análise é quem coordena os assistentes de sala.
2)O AC é o Chefe de Sala dos assistentes, era meu amigo há cerca de 7 anos.
3)O Pin e Pon é o patrão da empresa que contrata os serviços dos assistentes de sala.


PS. Assim, e tendo em conta que fiquei sem os meus 2 trabalhos em part time -Teatro São Carlos e Teatro Camões, se alguém souber de um trabalhinho onde se possam ganhar uns $$ extras, por favor lembrem-se de mim!!!

16 comentários:

LionMaster disse...

É real... não há amigos no trabalho. Apenas colegas e alguns bem invejosos!!

Enfim. por isso é que eu não tenho relações com colegas fora do trabalho e tudo baseado no profissionalismo!! Já me chegou de invejas e de chibinhos invejosos venenosos de merda...


Beijinhosssss

LionMaster disse...

ps: I'm Back ;)

Pax disse...

:(
Nem sei que te diga!
Isso vai muito para além de uma injustiça: é nojento!

(Não lido de modo nenhum com o meio em que queres/gostas de trabalhar mas se souber de algo digo)

Beijo solidário e parabéns por não te teres rebaixado! Podes ter perdido por um lado mas ganhaste bem mais por outro!

Bernardo Lupi disse...

Pá, foi pena! Se tivesses avisado, tinha-te colocado nas listas para o parlamento europeu. Acho que dava para ganhares uns bons trocados! :)

Cris... disse...

Compreendo a tua raiva, miúda.
Há pessoas que têm uma alma demasiado pequena, para a inveja que as ocupa, e por vezes, transborda e salpica quem menos merece.
Quem perderam foram eles, disso eu não tenho dúvidas!

Goldfish disse...

Rapariga, tu não tens muita sorte no campo profissional... Mas bem que tens razão, isto no job não há amizades, quanto muito há uns com quem nos damos melhor do que com outros.

Boa sorte :)

Goldfish disse...

Falei com o marido... sabes que ele é um gajo expedito mentalmente, e perguntou logo porque é que não vais ao tribunal do trabalho expor o teu caso. Olha, que é capaz de ser boa ideia, tu o trbalho já não o voltas a ter e podes conseguir indemnização ou outras coisas... tipo horas extraordinárias não pagas, regalias que nunca gozaste, etc., etc.. Informa-te, no máximo ficas onde estás, perder não perdes nada!

Gata2000 disse...

Lion - Welcome back!
sabes que cada vez mais eu entendo o quanto sou ingénua, o quanto acredito nas pessoas, e creio que deve ser por isso que saio quase sempre magoada das minhas relações, sejam elas profissionais ou pessoais. Sou pura, e isso apesar de poder ser doloroso é digno de orgulho!

Gata2000 disse...

Pax - O meio que eu gosto de trabalhar, ora deixa cá ver... é um qualquer que pague sem me chular, e que não me obrigue a passar as noites todas fora de casa -sim que das 9 às 18 já tenho o trabalho fixo.

Deixa-me agarrar o teu beijinho que sabe bem!

Gata2000 disse...

Bernardo - Tu não me digas que te esqueceste de mim, porra pá!
Anda aqui uma mulher a esforçar-se e tu com essas "connections" todas e nickles. Olha, eu no parlamento até nem me importava de ser ...secretaria, tradutora, qualquer coisa, que não sou esquisita, vê lá se arranjas qualquer coisita, vê..que eu embora conheça alguns dos que por lá andam a "politicar" ainda não me tocou absolutamente nada.

Gata2000 disse...

Cris - Foi essa a resposta de um dos meus amigos, daqueles que eu entendo como verdadeiros e que até hoje ainda não me desiludiu. Eu perdi, mas eles perderam mais, porque trabalhei lá 7 anos, as pessoas já me conheciam, e sei de fonte segura que de cada vez que trocavam as voltas e punham lá outra que não eu perguntavam sempre por mim. Sei que ninguém é insubstituivel, e que já se habituaram à cara nova, mas mesmo assim sei que é com carinho que me vão recordar aqueles a quem entreguei convites e sabiam de côr o meu nome.

Gata2000 disse...

Goldfish - Se eu não levei os cabrões que me substituiram enquanto estava de licensa de maternidade e me passaram de financeira a recepcionista, com contrato de trabalho e tudo, achas que é numa prestação de serviços a recibos verdes que o vou fazer. Claro que não, mas que vou aborrecer e chatear até não poder mais, isso vou.
Eles esqueceram-se que se estavam a meter com uma maluca de papel passado amiga, e 7 anos lá dentro dá para conhecer muito podre, ah se dá, é só eu encasquetar que para cabrão, cabrão e meio e vais ver as reclamações a virarem prato do dia, os comentários discretos aos senhores jornalistas, and so on and so on, é só eu entender que me apetece!

Cristiana disse...

Gata,
Olha que filhos da mãe!
Mas tu não te deixes ficar, reclama os teus direitos, se te foi autorizado faz uma exposição ao tribunal de trabalho!
Parvalhão, há-de ter muitos amigos!

Gata2000 disse...

Cristiana - Eu acho que não tenho direitos, eu trabalho em prestação de serviços e por isso eles fazem o que bem entendem, mas vou informar-me do que posso reclamar, sim que voltar já nao quero!!

Anonyma disse...

"Guardar ressentimento é como tomar veneno e esperar que a outra pessoa morra." William Shakespeare

Espero que encontres outro part time rapidinho! :)

Gata2000 disse...

Anonyma - Não sou capaz de guardar ressentimentos, às vezes até tenho pena porque gostaria de servir a minha vingança fria, mas também não sou vingativa, como eu costumo dizer sou só garganta. E sim já estou em campo para arranjar outro part time, de preferência na área das artes, que me anima a alma.