terça-feira, 17 de março de 2009

Porquê?


Como é possível sentir-me tão cansada quando tenho uma existência absolutamente vazia?

28 comentários:

Pax disse...

Nenhuma existência é completamente vazia. Mas não há nada que não canse quando a consideramos demasiada.

Beijos :)

Cris... disse...

Oh, miúda...
´Sentir-se assim é natural por vezes.
E depois há as mulheres fortes que dão a volta por cima!
Como tu!

Cem disse...

Olá linda!

A existência pode ser difícil, diferente daquela que idealizamos, complicada de conjugar com o ritmo do dia-a-dia, contrária ao que desejamos, mas nunca vazia.

Para ser vazia terias de não ter ninguém a quem fizesses falta... e terias de não ter ninguém de quem sentisses falta...

Mas sabemos que és forte, que há momentos em que apesar de fraquejarem vais buscar força, sem saber onde, e ergues-te!

Porque a mulher carismática é assim mesmo: sempre erguida como uma árvore!

Vitor disse...

Queres que te preencham é?

Eu telefono-lhe!

Gata2000 disse...

Pax- A verdade é que ao fazer o balanço de 34 anos de vida penso que tudo o que gostaria de ter feito para mudar o mundo não se concretizou, se houve alguma coisa que mudou fui eu, porque me acomodei, porque cortei as asas aos meus sonhos. Acho que cheguei à fase da negação, não quero acreditar que sou apenas mais uma pessoa, que sou normal, que a minha vida não tem um proposito maior do que apenas...existir.

Gata2000 disse...

Cris - Ando buscando as minhas forças!

Gata2000 disse...

Cem - E quando te cansas de ser forte e de carregar nos ombros os males do mundo? E quando fraquejas e mostras a quem depende de ti que afinal és apenas humana, e os desiludes? E quando essa desilusão espelhada na cara de quem mais amas transforma a tua forma de encarar a vida e te apercebes és aquilo contra o que sempre lutaste, mais uma falhada!

Gata2000 disse...

Vitor - Se tudo fosse tão fácil como pegar no telefone...

Bernardo Lupi disse...

Isso merece reflexão. Acho grave quando sentimos que a nossa vazia está sem objectivos e vazia...

Rafeiro Perfumado disse...

A ser verdade, na própria pergunta está a resposta.

Beijocas.

Gata2000 disse...

Bernardo - E pior ainda quando sentimos que temos tudo para ser felizes, e ainda assim...

Gata2000 disse...

Rafeiro - Como? Enchê-la para não me cansar?

Finúrias disse...

É natural, o vazio cansa imenso !

TM disse...

Existem momentos em que todos nos sentimos menos bem...
Eu hoje acordei e não consigo sacudir uma sensação de que algo não está bem.... o que fazer... respirar fundo muitas vezes e esperar que o dia passe com o menos número de mazelas possível...

Gata2000 disse...

Finúrias - "Hopeless emptiness." foi um conceito que me ficou do filme "Revolutionary Road", talvez porque o compreendi, porque não há nada pior do que o "desespero do vazio" e é uma canseira conviver com ele todos os dias!

Blue Dreams disse...

Gata, perdoa-me a invasão deste teu espaço para opinar o seguinte:
Se não sentes que a tua vida esta do modo que desejavas so te compete a ti fazer com que passe a estar.
Muda que tens que mudar, seja profissional ou pessoal. Lembra-te tudo é eterno enquanto dura, nem o casamento é para toda a vida, nem nós merecemos ser infelizes seja em que plano for (caso sejas casada).
Beijoca e força

Blue Dreams disse...

(...)sim um dia a esperança se irá transformar finalmente na concretização de um desejo, uma ambição, uma nova etapa na sua vida.

Talvez este seja o momento.
Beijinho

Pax disse...

"se houve alguma coisa que mudou fui eu"

Tu não podes pretender mudar o mundo sózinha. É um esforço vão e inglório. Mas podes mudar o mundo à tua volta ou, pelo menos, contribuires para essa mudança e, a longo prazo, irás sentir que deste a tua colaboração para a mudança (digo eu, que disso percebo tanto quanto de qualquer outra coisa, ou seja, quase nada).

Beijo

Gata2000 disse...

TM - Eu tenho a sensação de que não devia ter aberto os olhinhos quando o despertador tocou. Devia ter virado para o outro lado e feito de conta que a noite era ainda uma criança.

Gata2000 disse...

BlueDreams - Não é invasão! Mudar é bom e eu gosto, mudo sempre que posso, de visual, de emprego, de namorado. Agora sou casada sim, e o que a minha vida mudou também nesse aspecto nos ultimos 2 anos! Mudar é bom e eu gosto, mas neste momento o meu problema é não saber o que quero mudar.

Gata2000 disse...

Pax - Já fiz muita coisa que achei ia mudar o meu mundo, ou pelo menos ia tentar muda-lo, e não estou apenas a falar da minha casa, ou do meu jardim. Já tentei alargar horizontes até nesse campo, e acredita que apenas me desiludi, tentar mudar o mundo não só é vão e inglório, é também solitário e torna-nos mais cínicos.

Cem disse...

Sabes linda chegará o dia em que verás que só podemos gostar de gente "imperfeita"

é a nossa condição humana.

Por mais fraca que te sintas, que te vejas, haverá sempre quem te ame, quem te precise, quem te queira pelo que tu és! e se te querem dessa maneira é porque algo de bom terás, não?!

Gata2000 disse...

Cem - A minha Bisa tinha uma expressão muito engraçada: "Se Deus o assinalou, algum defeito lhe achou." Claro que há quem me ame, e claro que não existem pessoas perfeitas, e ainda bem ou este seria um mundo muito pouco interessante. Eu estou é numa fase em que a minha auto estima deve estar pelas ruas da amargura, e por mais que me digam que sou linda, que tenho bom coração, que sou precisa, que tenho valor...quase não acredito

Blue Dreams disse...

(...)e por mais que me digam que sou linda, que tenho bom coração, que sou precisa, que tenho valor.
Mas quem te disse tamanho disparate? não ha pessoas de bom coração, lindas, insubstituiveis.
Existem sim pessoas que em determinados momentos revelam essas caracteristicas.
Bom agora que ja te piquei um pouco quero te dizer o seguinte: a mudanças que achamos que precisamos e até por vezes não sabemos exatamente o que mudar... as vezes basta ir ao Porto outras vezes é preciso ir a Italia... mas muda, muda sempre.
Beijos

Gata2000 disse...

BlueDreams - Tendo em conta que estive no Porto à menos de 1 mês, achas que deva marcar uma viagem a Itália? As recordações que tenho de Itália, a vontade que tenho de lá ir com o meu marido, olha que se calhar me deste uma bela de uma ideia, não fosse a falta de dinheiro....já lá estava!Miaus para ti

Me disse...

Hmmm... não gosto de meter o bedelho neste tipo de conversa. mas vou fazê-lo de qualquer das formas.
esta coisa do "somos fortes", aguentamos, temos força para isto e para aquilo... etc coiso e tal, é um engano. não somos nem temos de ser.
não é na força que se aplica a algo que está o "segredo" da coisa. Não é subirmos a montanha com uma bolacha maria e um canivete suiço que mostra que somos fortes. não é ultrapassando todas as barreiras, todos os obstáculos, todos os problemas. a força não está em dizer "não" a estas coisas. não é preciso força para isso.
A merda está em dizermos "Sim". A merda está em aceitarmos o que somos, onde estamos e de onde viemos. a porra está em deixarmos de parte as expectativas dos outros (nunca são nossas em relação a nós, são sempre aquilo que ACHAMOS que os outros esperam de nós... nem nos lembramos de perguntar o quê ou porquê sequer... desleixo perigoso), aceitarmos o que há e, por breves momentos, analisar a coisa, encontrar chão seguro e respirar novamente.
Tive uma altura muito dificil da minha vida que apenas se prolongou porque me recusava a ver esta perspectiva. enquanto não fui capaz de ser fraca, de me despir das forças fingidas que arranjava para me ignorar, de me olhar e dizer "I Am What I Am", nada feito. via-me pelos olhos dos outros e aí sim, via-me vazia.
e tu? quem achas que és? que achas que tens? esquece o que os outros te dizem (não acreditas neles mesmo). O que é que tu achas de ti?
Gata, we are all larger than life. that's why we touch so many of them and so many touch us.
Get it?

(para quem não queria meter o bedelho... eu sei, eu sei...)

beijo miado.

Gata2000 disse...

Mezinha linda, acho que estou a aprender a descobrir-me e a lidar com todas as transformações que a minha vida tem sofrido depressa demais. Há que ter paciencia e uma grande dose de .... força!

Me disse...

Justo.
Que faças bem o caminho.
:)

Beijos para ti.